Twitter Updates 2.2: FeedWitter

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Uma semana de operada

É gente, hoje já faz uma semana que operei, amanhã é dia de acordar cedinho, afinal são cem kilometros de estrada para chegar em Tubarão, vou retirar meus pontos e o dreno.
Ai que bom!!!
QUanto a minha dieta básica, ainda líquida, mas nao sinto fome.
Ah, sábado já tinham ido quatro quilos embora, pena que antes da cirurgia eu houvesse ganho mais um...
Mas agora está na hora de começar uma vida nova, deixar o passado pra lá, afinal a vida não foi fácil até aqui... e como não!!!
Porém quando a gente opta por essa cirurgia é com a consciencia de que vamos passar por muitas mudanças...

sábado, 29 de janeiro de 2011

Cinco dias depois

Olá, fazem cinco dias que fui operada. A dor já diminuiu bastante, já consigo dormir de lado (detesto dormir de barriga para cima). Hoje iniciei a dieta líquida fase II, sim porque a primeirafase dos três primeiros dias é bem regulada, são 50ml de 30 em 30 minutos de água de cocô, ades ligth, chás brancos, caldo de carne ou frango, enfim bem aguinha mesmo, mas hoje iniciei a fase de mais 16 dias que inclui já sopinha coada, yogurte ligth ( bebida láctea), caldinho de feijão, nescau ligth, leite desnatado, enfim, são mais opções, mas na mesma quantia e tempo.
Duas coisas são as mais chatinhas: o dreno que vaza bastante e o fato de ter de comer a cada meia hora.
No mais tudo bem...
Já começo a sentir aquela coceirinha irritante nos pontos, sinal de cicatrização.

Hino da Gastroplastia

Só pra rir um pouquinho...



HINO DA GASTROPLASTIA -
Ouviram o balançar das peles flácidas
De um povo magro e o brado horripilante,
E o sol da Liberdade, em praias públicas,
Brilhou a cicatriz de um palmo grande

Se o Senhor tem piedade
Conseguimos operar com mente forte
E o Seio ,que humildade
Desafio quem agora é um poste

Ó maca amada
reforçada
Salve! Salve!

Barriga, um sonho tenso foi vivido
De dor e sem esperança não emagrece
Se agora és risonho e nada tímido,
A imagem de uma bola já esquece

Gigante pela própria natureza
Agora és belo, impávido e formoso .
E o teu futuro espelha essa grandeza.
Capella Amada,

Entre outras mil ,
És tu por certo
A Mais usada !

Dos filhos gordos és a mãe gentil,
Banha pra puta que pariu



Deitado abertamente em maca fria
Ao som do bisturi e luz de foco
Figura a bunda de fora como a lua
Iluminando ao desfilar com imensa bunda

Mas que merda , dor na barriga
Teus risonhos enfermeiros trazem flores
“Todos dizem que é nova vida vida”,
“Nessa vida que já foi de muitos horrores”.

Cabelo amado,
Idolatrado,
Agora! Calvo!

Magrelo pra sempre seja símbolo
Do sonhos que ostenta os não operados
E diga aos futuros afortunados
— Lindo no futuro e gordo no passado.

Mas, se ergues na hora H um medo forte,
Verás que medo passa e agora é luta ,
Nem teme quem te aflige com má sorte .
Língua afiada ,

Respostas mil ,
Encontra aqui ,
No orkut amado!

Dos filhos gordos és a mãe gentil,
Banha pra puta que pariu.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Agora já feito...

Olá, estou de volta, não vou ficar muito tempo porque ainda tenho um pouco de dor, mas penso que devo uma satisfação para vocês.
Fiz a cirurgia no dia 23 , segunda feira, a tarde.
Não me lembro de absolutamente nada, mas sei que acordei já na sala de recuperação.
Não vou dizer que não dói, dói sim e como disse o dr. Ricardo, pra não doer só cirurgia espiritual.
Mas sabemos que é necessário não é?
Pois é, só vim aqui para dizer que estou bem.
Obrigada pela atenção.
Em breve novos posts com os detalhes...

domingo, 23 de janeiro de 2011

Free style


Pois é amanhã...
Hoje estive num show de freestyle, free é livre, liberdade... style, estilo, pois é assim, corpo livre para um novo estilo, alma preparada para as mudanças...

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Cada dia mais próximo

Pois é, faltam só três dias, hoje iniciei a dieta líquida.
O objetivo é reduzir o volume do intestino e ir acostumando com a nova dieta.
Vou me internar segunda feira lá pelas nove horas.
Bem, não vou mentir dizendo que não estou um pouco nervosa, mas meu indice de confiança na equipe, o histórico do trabalho deles me deixa bem mais tranquila.
É minha passagem para uma nova vida, mais saudável e com certeza mais longa.
Estou bem, o nervosismo que sinto não chega a aflingir, é só aquele nervoso tipo noiva em dia de casamento: com medo, mas mais certa do que nunca do que deseja.
E é assim, hoje estou a três dias do meu casamento comigo mesma, e sem direito a divórcio.
Mas o que importa mesmo é que estou bem.

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Faustão fez redução de estômago

Não é novidade que o apresentador Fausto Silva tenha se submetido à uma cirurgia de redução de estômago, porém o fato é que o tipo de procedimento adotado. Segundo : http://www.diabetenet.com.br/conteudocompleto.asp?idconteudo=4237:
" Desenvolvida pelo cirurgião goiano Áureo Ludovico de Paula, a gastrectomia vertical com interposição de íleo foi desenhada para curar o diabetes tipo 2 -e não para tratar apenas a obesidade. A técnica é usada no país há cerca de seis anos e pelo menos 450 pacientes já passaram pelo procedimento.
A diferença para a cirurgia convencional está na recolocação do íleo (fim do intestino delgado) entre o duodeno e o jejuno. Ao entrar em contato com o alimento, o íleo começa a produzir GLP1 (hormônio que estimula a produção de insulina). Nos diabéticos tipo 2, a insulina está reduzida no organismo e o íleo produz pouco GLP1 porque a maior parte do alimento já foi absorvida.
Com o reposicionamento de parte do intestino, o alimento entra em contato mais rápido com o íleo, o que pode aumentar a produção do GLP1.

Especialistas ouvidos pela Folha criticam a técnica e dizem que não há evidências científicas de sua eficácia.
"O que temos são resultados de um único médico, que está realizando essa cirurgia experimentalmente, sem que nenhum outro cirurgião do mundo a faça. Além disso, é uma técnica que não segue as normas do CFM", diz Thomaz Szegö, presidente da SBCBM.
Segundo o cirurgião Marcos Leão Vilas-Boas, essa técnica acrescenta etapas que, ao final, promovem o mesmo resultado da cirurgia convencional. "No bypass, conseguimos aumentar em 20% a produção do GLP1. O paciente perde peso e melhora o diabetes. Não vale a pena se submeter a uma técnica que não é completamente aceita."
Bem, o que se pode afirmar é que o procedimento feito pelo apresentador aparenta ser por motivos de saúde, não estéticos.
Experimental ou não, devemos ter consciência de que todos os métodos consagrados nos dias atuais uma vez também passaram pela etapa de estudos, tem sido desta forma com todos os procedimentos e experiências médicas e não poderia deixar de ser com este método.
Vi alguns boatos na internet dando conta de algumas alterações de humor por parte do apresentador. Ora, sejamos menos exigentes, toda e qualquer pessoa que passar por um método cirurgico do gênero ou mesmo uma dieta normal com redução calórica vai ter crises de mau humor, é normal, humano.
A redução de estômago consciste não somente no ato cirurgico, mas em todauma mudança cotidiana e assim abala o psicológico. Em alguns casos mais, noutros menos, mas sempre abala.
É uma irritabilidade, um medo normal.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Redução de estômago...fazer ou não fazer?: Um pouco de mim...

Redução de estômago...fazer ou não fazer?: Um pouco de mim...

Um pouco de mim...




Até agora tenho postado várias mensagens, falado sobre a experiência da gastroplastia, mas hoje decidi colocar minha imagem aqui, apesar de não gostar muito, mas penso que vai ser bom me mostrar como estou e futuramente poder mostrar as diferenças.
Bem, cá estou, com meu peso super acima, 107kg.
Mas vou lhes ser sincera, não sou eu que me incomodo com minha imagem, é um defeito de todas nós mulheres, não nos arrumamos para nós e sim para o que vão pensar da gente.
Uma das coisas que ouvi durante minha vida foram aqueles comentários idiotas do tipo:
Nossa, como tu engordou?!!!
Tá usando espelho GG?
E bla bla bla bla bla...
Seria meio drástico, mas a gente não chega numa pessoa com rugas e diz: Nossa, como tu tá amassada?!!! Tá usando ferro de passar?
Ou numa pessoa magra e pergunta: Nossa!!! Tá passando fome?
A verdade é que na nossa sociedade todos se imaginam no direito de criticar e opinar sobre a vida alheia.
O que sempre me deixou mais indignada foi isso, porque ninguém acorda um belo dia pela manhã e vai na frente do espelho dizendo para si: hoje tu vai engordar 30kg.
A obesidade não é umaopção,é uma doença, uma consequência de vários fatores onde o obeso não é o culpado e sim a pior vítima da obesdidade.
Ninguém opta por tercolesterol, por ter doenças articulares, por não encontrar um manequim apropriado.
Então se tem um pedido que posso fazer é este: não julgue!
Mas voltando a minha imagem.
O que será que vai mudar nela?
Porque por dentro vou ser a mesma... só com uma educação alimentar diferente e com bem mais saúde.

domingo, 16 de janeiro de 2011

Esteriótipos do corpo


Olá, hoje é a marca dos sete dias, exatamente uma semana para a cirurgia.
já fiz dois posts, sobre fibromialgia e sobre discopatia degenerativa.
Primeiramente, resolvi postar sobre fibromialgia porque essa doença é extremamente irritante, por ela e pela imagem que fazem de quem tem os sintomas.
A fibromialgia produz uma dor generalizada, aquela dor no corpo todo,que faz você passar por mentiroso as vezes, isso porque é difícil crer que uma pessoa tenha dor no corpo todo, mas é a realidade. Além do que ela cria aquele tipo de comentário maldoso: "fulano tá quebrado da preguiça!", mas não, o pobre fulano tá detonado de dor, cansaço e desanimo profundo, a velha sensação de que um trem passou por cima de você.
Quanto a discopatia degenerativa, só uma coisa a acrescer: ela reduz sua altura!
Isso porque há um desgaste dos discos intervertebrais, logo se vão assim uns centímetros preciosos...
Mas quando falo em esteriótipos como o da preguiça, não posso deixar de recordar dos esteriótipos corporais.
Séculos atrás uma mulher magérrima era considerada feia, e até mesmo uma má parideira.
É uma mudança muito grande, hoje uma mulher gorda não está dentro dos esteriótipos considerados normais para a época, mas se observarmos as antigas estátuas romanas, gregas, a imagem de mulheres acima do peso era associada as deusas da fertilidade e da fartura.
Esteriótipos são imposições sociais que nem sempre respeitam a saúde física e mental das pessoas.
Estar magra e depressiva, anorexica, ou estar com uns quilinhos a mais e de bemcoma vida não deveria nem ser colocado na balança.
O exesso de peso deve ser analisado somente sob a ótica da saúde, por profissionais, para que a busca por um corpo saudável siga as orientações corretas e jamais as dietas loucas da moda.

Fibromialgia

Dores no corpo: Fibromialgia e sindrome da fadiga crônica
O que é?
Fibromialgia caracteriza-se por dor muscular e tendinosa difusa crônica em pontos dolorosos de localização anatômica específica. A Fibromialgia e a Síndrome da Fadiga Crônica (S.F.C) são Síndromes crônicas, complexas e debilitantes (podendo mesmo ser incapacitantes) que se caracterizam principalmente pela existência de dores generalizadas, cansaço extremo e perturbações no sono.

Se você sofre de fibromialgia e/ou S.F.C. é importante que saiba que não está sozinho, que não tem uma doença mental ou psicossomática e que existem formas de aliviar sua dor e sofrimento.

Como é viver com Fibromialgia ou S.F.C?

Se não faz idéia o que é viver com Fibromialgia ou Síndrome da Fadiga Crônica, imagine o que é ter dores pelo corpo todo, e sentir-se tão cansado e sem energia que tarefas simples como ir às compras tornam-se verdadeiramente impossíveis de concretizar. À noite, quando deseja poder descansar um pouco, não consegue dormir, acorda constantemente e sente que o sono cansa mais do que se não tivesse dormido. Ao outro dia acorda mais cansado do que quando deitou, mal consegue se mexer e as dores (que não pararam durante a noite) continuam presentes e até aumentam. As tarefas que outras pessoas executam facilmente passam a ser enormemente difícil, e não é de admirar que passado algum tempo comece a sentir-se deprimido.

Quem pode ter Fibromialgia e S.F.C.?

Estima-se que entre 3 a 6 % da população possa ter fibromialgia e S.F.C. Tanto as mulheres e os homens como as crianças de todas as idades podem ter estas enfermidades. Os estudos indicam que existe uma percentagem maior de mulheres afetadas pela doença (cerca de 80%). A idade típica em que as doenças se manifestam vai dos 20 aos 60, no entanto também se manifestam nas crianças e adolescentes assim como nos idosos. As doenças manifestam-se em qualquer etnia e região do globo.

Quais os sintomas?

A principal queixa dos pacientes com fibromialgia é a dor difusa e crônica, muitas vezes difícil de ser localizada ou caracterizada com precisão.
Os distúrbios do sono e a fadiga são relatados por 3 em cada 4 pacientes. Os pacientes referem, ainda, rigidez matinal e sensação de sono não restaurador, apesar de terem dormido de 8 a 10 horas. O sono é superficial, tendo os pacientes facilidade de acordar frente a qualquer estímulo.
Apesar da fibromialgia poder apresentar-se de forma extremamente dolorosa e incapacitante, ela não ocasiona comprometimento articular inflamatório ou restritivo. A presença dos pontos dolorosos é o achado primordial do exame físico, não se observando edema ou sinovite, a não ser na concomitância de patologias como a osteoartrite ou artrite reumatóide.
Outros achados do exame físico incluem o espasmo muscular localizado, referidos como nódulos e aumento da sensibilidade cutânea.
Os exames laboratoriais e o estudo radiológico são normais e, mesmo quando alterados, não excluem o diagnóstico de fibromialgia, uma vez que esta pode ocorrer em associação a artropatias inflamatórias e a síndromes da coluna cervical ou lombar.

Quais as opções de tratamento?

Infelizmente neste momento não existe cura, no entanto existem várias opções de tratamento. Estas dependem grandemente do médico que visitar e da abordagem que este tiver.

Medicamentos: Existem vários medicamentos que podem ajudar a minorar ou aliviar os sintomas. Para os sintomas mentais e cerebrais são normalmente utilizados antidepressivos e outros comprimidos para ajudar a dormir. Para combater as sintomas musco-esqueléticos são utilizados comprimidos para as dores (analgésicos), antiinflamatórios não esteróides, antiinflamatório esteróides e em determinados casos relaxantes musculares.

Atividade física: Diversas atividade podem influenciar positivamente o tratamento da fibromialgia e da S.F.C. principalmente a natação, hidroginástica, alongamentos, caminhadas, atividades aeróbicas entre outras. Os principais objetivos são:

Melhorar os sintomas de dor
Evitar contrações dolorosas de grupos musculares
Melhorar a força muscular
Favorecer a coordenação motora para as atividades diárias
Promover uma postura adequada
Melhorar a disposição
Auxiliar no controle do peso
Auxiliar no controle da ansiedade
Melhorar a auto-estima
Outras formas de tratamento incluem fisioterapia, massagens, quiropraxia, acupuntura, Yoga entre outras modalidades que devem ser adequadas individualmente para cada paciente.
Fonte:
http://www.colunars.com.br/coluna.asp?texto=9&link=3

O que é discopatia degenerativa?

Discopatia Degenerativa
A hérnia de disco não é a única patologia do disco intervertebral, embora seja a mais conhecida. O disco intervertebral possui uma função amortecedora, estando portanto em constante movimento/pressão, o que pode levar ao seu desgaste sendo chamado de degeneração discal ou discopatia degenerativa como é mais conhecida.



Essa degeneração do disco geralmente faz parte do processo de envelhecimento do nosso corpo, não representando portanto uma doença. A grande maioria das pessoas com mais de 50 anos de idade apresentam sinais radiológicos de degeneração discal como diminuição da altura do disco intervertebral e escurecimento do mesmo (desidratação) na Ressonância Magnética, mesmo em muitos daqueles que nunca sofreram de dor nas costas.


Entretanto, em um número grande de pessoas essa degeneração pode ser acompanhada de dor. Na discopatia dolorosa não precisa haver ruptura do disco, como na Hérnia de Disco, sendo mais comum a perda da capacidade de amortecimento pela redução na altura e pelo endurecimento das estruturas discais. Dessa forma, a chamada dor ciática, que se irradia para a perna, não é tão freqüente, sendo mais comum a lombalgia (dor na região lombar,) de caráter incomodativo, mas podendo evoluir com crises de dor bastante intensa, e geralmente durando bastante tempo.

Tanto o diagnóstico como o tratamento dessa doença é motivo de discussão, mas, atualmente, vem-se indicando cada vez mais o tratamento cirúrgico nos casos em que as medicações e fisioterapia não alcançam a melhora adequada do quadro doloroso. Diferente da hérnia, na cirurgia da discopatia dolorosa o objetivo maior não é descomprimir o nervo, e sim reconstituir o espaço discal, com técnicas de artrodese ou artroplastia (Prótese discal).
Fonte: http://www.colunars.com.br/coluna.asp?texto=2&link=2

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Hipertensão Arterial e obesidade

Bem, quando eu tinha 14 aninhos senti uma dorzinha chata na região da nuca, eu sempre gostei de tricotar e no iníciopensamos que poderia ser por eu ficar muito tempo com a cabeça baixa. Mas ela não passou e num daqueles dois minutinhos de bobeira que a gente tem vez por outra eu fui ao postinho e medi a pressão: 15/9.
Foi a primeira vezque estive internada com esse problema, mas acabei me safrando sem medicação contínua, por anos nunca mais liguei para isso, até que em 2004, quando eu havia emagrecido, andava dormindo em pé: minha pressão estava em 10/6, 9/5, então o médico me deu um medicamento, o tal Efortil pra subir ela um pouquinho. Tomei um tempo e parei...
Em 2007 quando estava grávida fui visitada outra vez pela hipertensão, tive pré eclâmpcia, parto prematuro, enfim, toda uma história de terror, mas que graças à Deus teve um final feliz, minha bebê sobreviveu sem sequelas.
Desde então minha pressãonão foi mais a mesma, ia a 18/10, 19/11, muita dor de cabeça, vontade de vomitar, taquicardia, comecei então com o uso de Ablok Plus, desde então não tenho mais taquicardia, minha pressão ficou um tempo controlada com dois comprimidos, mas logo tive que passar a tomar Metiodopa junto.
Fiz todos os exames,eletro, eco, esteira, meu coração tá certinho (eu é que não estou), e isso só leva a crer que meupeso tem causado boa parte destes incidentes.
Tenho muita flebite, isso é uma consequência da pressãoalta, do peso em excesso.
Imagine um encanamento com uma bomba dando força pra essa água escoar, isso é nossa circulação, a bomba nosso coração e o filtro da água nosso rim, pois é, agora imagine que uma quantidade enorme de barro é jogado sobre esse cano e o preciona.
A bomba vai fazer mais força, o filtro trabalhar mais acelerado e os canos com a pressão da água e a do barro junto vão começar a estourar.
Assim é, a gordura é esse barro...
Não que pessoas magérrimas não tenham hipertensão, mas as causas são outras, como estresse, fadiga, e no nosso caso é tudo isso mais o peso.
Ter hipertensão é um sinal de alerta, algo está errado em nosso organismo ou mesmo em nossa vida.
Mas é tão difícil relaxar nos tempos de hoje...
Porém antes de mais nada precisamos criar novos hábitos: ingerir líquido, consumir alimentos diuréticos (aproveitar a época da melância e do abacaxi , abusar do melão), reduzir o sódio ( isso é tão difícil, né?), caminhar, respirar...
Bem, é tudo meio repetitivo, mas é importante, palavra de quem convivecom o problema!
É isso por hoje.

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Redução de estômago...fazer ou não fazer?: Faltam só doze dias

Redução de estômago...fazer ou não fazer?: Faltam só doze dias: "Oi, novamente aqui. Sobrevivi a massagem, estou usando o meu colete lombar (colete de putti baixo), esse aí da foto, o mesmo que o goleiro ..."

Cada dia mais próximo

Hoje amanheci um pouco melhor da minha dor na coluna, nunca 100%, mas melhor...
Hoje soube que a colega das consultas já está em casa, correu tudo bem na sua cirurgia.
Cada dia está mais próximo omeu dia, se estou ansiosa?
E como!!! Mas não uma ansiedade ruim, uma ansiedade boa, daquelas que não deixam a gente uma pilha.
Estive pesquisando os preços de dois medicamentos comuns à quem faz gastroplastia: a vitamina B12 injetável: cerca de R$ 5,00 e o complexo vitaminico completo que gira em torno de R$ 40,00 com 30 cápsulas.
Esses medicamentos são os mais comuns nesses casos, algumas pessoas irão necessitar do complexo para o restode suas vidas, isso é um fato,algumas não.
Mas levando em conta o custo benefício, já que quando nos sugeitamos a ser gastroplastizados estamos com problemas nas articulações, hipertensão, diabetes, colesterol, triglicerides, problemas cardíacos entre outros,juntos ou separados, o gasto com medicamentos é bem maior, tiro por meu exemplo, se fosse tomar todos os medicamentos que necessito, incluindo um para fibromialgia, dois pra hipertenção, um pra depressão, dois pra asma, injeções para a coluna, remédios para o estomago segurar isso tudo estaria gastando por voltade R$500,00 por mês.
Mas não é simplesmente esse custo benefício que deveser analizado e sim um outro bem mais importante:
Se você tem todas essas doenças, com um IMC de 35 ou nenhuma mas um IMC de 40 para mais o mais certo é que sua vida irá ser bem mais curta.
Não que a cirurgia possa ser a solução pra tudo, mas é uma ajuda
O que não podemos é deixar que isso vire um modismo, porque ela deve ser feita numa necessidade onde os seus benefícios ultrapassem os riscos. É mais ou menos assim (essa frase eu ouvi na teve):" quem tiver um IMC baixo e fizer a cirurgia vai morrer, quem tiver o IMC alto e os fatores complicadores se não a fizer irá morrer."
Bem, entre morrer de um problema cardiaco ou circulatório originado pela minha pressão, ou ficar entreveda por causa da minha coluna eu optei por operar.
Meu caso tem todos os motivos para a cirurgia ter sido liberada: hipertensão,artrose, hérnia de disco, fibromialgia, problemas sociais pelo peso, e IMC 40.
Se você está acima do peso, ou melhor com obesidade mórbida, com problemas de saúde, tomando um número elevado de medicamentos procure um bom médico para que possam pesar esta situação, mas somente um bom profissional poderá aconselhar, pois devem levar em conta todos os fatores, fazer todos os exames necessários (e não são poucos), e você também precisa estar ciente de sua escolha, porque é radical, pra não dizer mutilatória...
Mas quando é a opção certa e consciente tudo correrá bem.

http://www.magraemergente.com

”banner02″

magraemergente.com

”banner03″
src="http://www.gastroplastia.net/button_GN_05.gif" border="0" alt=":: GASTROPLASTIA.NET ::">

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Faltam só doze dias


Oi, novamente aqui. Sobrevivi a massagem, estou usando o meu colete lombar (colete de putti baixo), esse aí da foto, o mesmo que o goleiro da seleção usou na copa, para ver se dessa vez eu consigo ficar ao menos uns dias sem estourar minha coluna.
Isso é tão difícil, as vezes qualquer movimento que faço acaba por me fazer sentir uma dor terrível.
É que minha coluna acaba por pinçar o ciático e daí já viu, é de ver estrelinhas.
Mas sabem, faz tanto tempo qude sinto dor todos os dias, vinte e quatro horas que só quando vejo que estou travando é que vou ao massagista. Tento evitar os analgésicos, porque acabam com o estômago, e como a maioria das vezes que baixo no hospital acabo com uma dose de corticóide então nem se fala, alivia um pouco a dor mas sobe a pressão, surge a tal da candidiase, eu ganho mais uns três quilos de brinde. É muito risco e pouco benefício.
Pra ser sincera, tem vezes que dá vontade de não usar!
Ai,faltam doze dias para a cirurgia, está chegando perto.
Em pensar que vou poder deixar minha maletinha de medicamentos, é muito bom.
Porque é muita coisa, quer ver só:
Ablok plus 50mg
Miflonide 400mg
Fluoxetina 20mg
Metiodopa 50mg
ablok plus 50mg (outra vez)
Miflonide 400mg (de novo)
amitriptilina 50mg
Fora anticoncepcional, neosoro, fluir de tempos em tempos, tandrilax, é muito tóxico num só organismo!
Nossa, de pensar em cortar pelo menos metade disso...
Mas vamos lá, levando diaapós dia para ver onde chegamos...
É isso...

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Hérnia de disco

Hoje acordei comuma dor terrível na coluna, vou ao massagista para dar uma descomprimida nos discos, as vezes alivia um pouco.
Esse problema de hérnia de disco e artrose vem me deixando maluquinha.
Espero sinceramente que a dor diminua nem que seja um 50% depois que eu perder peso, mesmo porque não vou me iludir em imaginar que só a perda de peso vai resolver, até porque com a gordurinha vai também uma boa parte da nossa massa muscular e essa sim faz falta pra quem tem problemas articulares.
Essa mesma massa muscular perdida vai ser responsável por aquela flacidez indesejável.
Ok, calma,pras linda "pelancas" que vão surgir (eu vou amar cada uma, pois vão mostrar os quilinhos que se escondiam sobre elas) existe solução, nem que sejam as cirurgias reparadoras depois de dois anos, e para a perdade massa magra qude sustenta nosso esqueleto ojeito é reforçar ela assim que pudermos começar a malhar.
Ah, é justo assim que a coisa vai funcionar: com menos peso a dor tende a dimunuir porque o esforço de levar o corpo é menor, diminuindo a dor posso voltar a ter atividades físicas que hoje não tenho, como a simples caminhada. Enfim, como já mencionei, a cirurgiaemsi não opera o milagre, ela abre caminho para uma série de novas atitudes.
Estou consiente de que vou ter de mudar meus hábitos. Isso jé é um passo dado, mas resta ainda um longo caminho.
Restam ainda os quinze dias depois da cirurgia que são segundo verifiquei osmais depressivos.
Mas com apoio e força de vontade, vamos lá, rumo à vitória.

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Mau humor... retenção de líquidos

Sabem ,estar gordinha é uma situação, não deve ser encarado como uma eterna constante.
Eu sei, falar é fácil, ainda mais porque eu estou gordinha.
Sabe, tem dias que a gente acorda de mau humor, não há santo que consiga cruzar com o nosso. Por mais que a pessoa se aceite, se ame, sempre tem aquele dia.
Nestes dias a gente acorda querendo um encontro urgente com uma daquelas tribos de encolhedores de cabeça. Não é que estejamos querendo diminuir nosso cérebro pra perder peso, não! Mas quem sabe num acordo eles não resolvem usar o método para diminuir barrigas, pernas, seios, culotes, etc...
Mas fazer o que?
Milagres não são assim tão cotidianos, mas sempre existe algo a se fazer, o importante é não desanimar.
Mau humor é algo comum, antes de mais nada é preciso medir em quem vamos descontar, cuidar para não descarregar nossas angustias em quem não merece.
E fala sério, não bastasse tudo ainda tem aquela bendita retenção de líquidos, são quilos e quilos a mais que incham a gente.
Conselhos para isso, bem descobri muitos: diminuir o sal, tomar muita água, evitar cafeína, isotônicos.
Quem retem líquido ou tem pressão alta deve evitar o uso de bebidas que retenham líquido no corpo como os isotônicos, eles são ótimos para hidratar, mas como se mantem no organismo substituindo e reduzindo a necessidade de ingestão de água não são uma boa idéia.
Pra não beber só água, pingue umas gotas de limão ou aromatize levemente com outra fruta, é ótimo.
A retenção piora muito em nós mulheres naqueles dias da TPM, então evitar chocolate, cafeína que pioram e muito o humor. Sabe aquela vontade louca de comer chocolate, ela dá uma sensação de satisfação momentânea e depois mais necessidade que não suprida gera mal humor.
Uma sugestão pra esses dias: linhaça e derivados de soja, são ótimos!

Por que cheguei aqui?

Bem, na verdade essa deveria ser minha primeira postagem, mas sabem como é, a gente se empolga e acaba trocando os pés pelas mãos e eu acabei começando pela metade. Mas não é tarde para remediar.
Bem, como foi que cheguei até aqui? As vésperas de um procedimento cirúrgico, com 107kg!
Nasci com 2,800kg, não muito certo?
Pois é, aí está o primeiro passo para a obesidade, fui entupida de vitaminas durante a primeira infância, e não levou muito tempo para que eu estufasse, passei então a ser uma criança gordinha.
Segundo erro, criança gordinha não é sempre criança saudável.
Fui evoluindo assim, cheguei na adolescência com um peso muito além do esperado, comendo muito (mais do que hoje).
Nada me fazia emagrecer, assim fiquei uma adulta obesa, (depois de adulto gordinho e obeso doem do mesmo modo).
Por volta dos 24 anos, com 99kg resolvi perder peso, como tantas outras vezes, mas consegui, cheguei aos 68kge estava muito bem com esse peso alcançado em pouquíssimo tempo e ganho mais rápido ainda.
Foi somente um ano de peso ideal, depois engordei, engordei e engordei mais ainda depois do meu bebê.
Ano passado depois de tentar de tudo para aliviar as terríveis dores na coluna, fazer bloqueio, remédios, injeções meu ortopedista sugeriu a cirurgia e o resto já sabem.

Antes de escolher a gastroplastia

Uma das coisas que mas aflige o futuro gastroplastizado (além da cirurgia, é claro) é a dieta pós cirúrgica.
Mas na verdade a dieta começa antes da cirurgia, meu médico indicou que três dias antes do procedimento eu passe à uma dieta mais líquida, sem alimentos pesados, para que o intestino fique mais vazio e o fígado diminua de tamanho.
Quanto menores estiverem esses órgão melhor para o trabalho do cirurgião.
Na verdade pelo que pude observar nas minhas inúmeras visitas a sites e conversas com gastroplastizados o que leva a comer nem sempre é a fome em si.
A cirurgia por si só não faz nenhum milagre de emagrecimento instantâneo, pelo contrário é o início de uma longa jornada onde a reeducação alimentar é uma constante.
Mas daí você pergunta: mas já fiz todo tipo de tratamento: endócrino, nutricionista, dieta de todo e qualquer modelo, medicamentos, mas nunca adiantou?
Pois não pense que já não percorri todo esse caminho, árduo e para muitos funciona, mas existe o bendito (ou maldito) metabolismo.
Me resta agora tentar, consciente dos riscos e dos benefícios, esse método que deve sempre ser o último recurso.
Seria ilusão dizer aqui que tudo vai ser um mar de rosas, tenho a consciência exata de que não será, vou sentir desejos, fome talvez, não física, mas psicológica, a mesma fome que nos faz ir de quilo em quilo.
Mas valerá a pena.

domingo, 9 de janeiro de 2011

Conversa com quem já teve a experiência

Oi,hoje faltam quinze dias para a minha cirurgia.
Tenho de confessar que a primeira impressão,na consulta inicial, foi de espanto. Não estamos acostumados a idéia de que toda e qualquer intervenção cirurgica representa um risco para a nossa vida.
Porém uma coisa que me tranquilizou e posso indicar todos que assim como eu estão as vésperas de um procedimento: conversar, pesquisar, enfim buscar alguém que já tenha vivido esta experiência.
Busquei em inumeros sites, pesquisei prós e contras, busquei saber mais sobre a equipe de cirurgia.
Uma das formas de alcançar a tranquilidade ( total é impossível, rsrs) é a informação, sem imaginar que está entrando num mundo desconhecidoa desmistificação é um ótimo calmante.
Por falar em calmante, não vou receber o bendito calmatezinho no quarto, mas já desencanei.
Bom, de agora em diante é uma contagem regressiva para a data e quero dividir esses dias com vocês.

sábado, 8 de janeiro de 2011

DUAS SEMANAS ANTES

Faz algum tempo que não escrevo, mas não esqueci do blog, foi só um pouco de falta de tempo e oportunidade.
Pois é, terminei todos os exames, consultei o anestesista, tudo certinho, tão certinho que já era pra ter feito a cirurgia dia 03-01, mas faltou material, e por isso agora vou fazer no dia 24-01.
Se estou anciosa?
Rsrsrs, não diria ansiosa, mas sim apreensiva, não vejo a hora de passar o " dia da faca " e as coisas começarem a melhorar.
Seria hipócrita se dissesse que não estou pensando nos quilos a menos, é óbvil que sim, mas antes de mais nada estou pensando nas dores na coluna que vão diminuir, nos medicamentos pra pressão que vou deixar...
Segunda é o grande dia para uma das pacientes que conheci lá no hospital durante as consultas, aproveito os espaço para desejar boa sorte.
Vou tentar escrever com mais constância.
Promessa de ano novo.