Twitter Updates 2.2: FeedWitter

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Intolerância a lactose

Bem, como já mencionei anteriormente eu acabei conseguindo uma intolerância a lactose depois da ciurgia.
Faço uso do leite sem lactose, semidesnatado (porque vamos combinar, dietas a parte, mas o desnatado é terrívelmente sem gosto), iogurtes desnatados ligth que possuem bem menos lactose e açúcares em geral, queijo nem pensar, até arrisquei umas vezes mas incha a barriga demais.
Buscando uma explicação para o desenvolvimento desta alergia, entendi que: quando nos submetemos a gastroplastia temos parte do intestino desviado, correto? Pois justamente este desvio faz com que a ciruriga seja desabsorvitiva, ou melhor, que não absorvamos mais a mesma quantidade de açúcar e gorduras que anteriormente.
Pois essa não absorvição faz com que o açúcar fique parado mais tempo no sistema digestivo sem ser processado e assim fermenta e a fermentação gera o inchaço.
A lactose é o açúcar do leite, e comno não absorvemos bem o açúcar, é lógico que não absorvemos bem a lactose.
Mas então como o iogurte ligth não faz tanto mal?
Geralmente os iogurtes ligth são ricos em lactobacilos e estes "bichinhos" fazem a quebra da lactose, desta forma ingerimos ela já digerida, quebrada, o que não causa o desconforto normal do leite comum.
É algo desconfortável, mas hoje temos muitas opções para conviver com esta alergia digestiva/alimentar.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

falta pouco pra meta...

67,5 kg, 40,8kg off. Parece um sonho!
Mais 2,5kg e chego na minha meta, os 65 kg e o IMC de 24,7. Depois disto o que vier é lucro pra minha vida.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Olá

Olá, estou passando por aqui para deixar um abraço aos que aacompanham o blog.
Estou aqui na luta ainda, faltam 4kg off, mas são com certeza os mais complicados para perder.
No mais tudo na mesma, trabalho, trabalho, trabalho, família, diença, confusão, de tudo um pouco. sabem como é, a vida é assim mesmo.
Basta viver e nada mais, correto?

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Agora faltam 4,5kg, mas não existe milagre

Cheguei aos 69,5, ufa!
Falta 4,5 kg off para eu atingir minha meta.
Não são muito quilos, mas ainda são quilos.
Depois de chegar nos 65kg ainda vai restar uma meta: manter esses 65 kg.
Porque a gente sabe que não perde peso definitvamente com nenhum meio, nem  dieta, nem cirurgia, nem milagre, é tudo um processo. Não há cura para a obesidade ainda, há tratamentos, e a gastroplastia é um deles, porém eu ei que se voltar ao sedentarismo, se voltar a ter velhos hábitos vou voltar a ter peso em excesso.
Meu IMC hoje é de 26,48, estou ainda no grau considerado acima do peso, teria de baixar este indice para 25 para estar dentro do grau normal.
Por isso minha meta dos 65 kg, para estar num IMC normal, mesmo porque a média de perda de peso do gastroplastizado é de 40%, se eu pesava 108,3 Kg eu deveria em tese eliminar 43,32 kg, e chegar aos 64,98 kg.
Mas não poso esquecer que estou fazendo musculação e iso interfere na balança, pois eliminamos gordura mas não peso em si, na balança a tendência pode ser até aumentar.
Mas não tem jeito, o negócio é esperar para ver, afinal são 40% em dois anos e eu estou com dez meses de cirurgia.

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Voltando ao "ANORMAL"

Pois você não leu errado não, escrevi bem isso: ao anormal.
É que eu tenho limitações físicas pelo meu problema na coluna, não posso erguer peso, ficar abaixada com as costas curvadas, entre outros.
Mas faço musculação, como já mencionei, com segurança para evitar uma lesão, agora vou voltar ao que fazia antes, bem antes, lá no distante passado: vou jogar futebol!
Não estou maluca, de forma alguma, só quero tentar voltar a ter a minha vida de volta, aliás, até final do ano quero também realizar um sonho de infância: comprar um violão e aprender a tocar (nem que mal e porcamente), cheguei a conclusão de que a vida está aqui é para ser vivida e se Deus me deu mais esta chance, eu vou aproveitar, vou continuar indo aos bailes com meu marido e me acabando de dançar, vou malhar, jogar futebol, aprender violão, vou fazer tudo aquilo que a vida me impediu por anos de poder fazer.
Vou procurar andar mais em meio a matas, vou buscar mais objetivos, vou ser feliz.
Aprendi que a vida não pode ser disperdiçada, que temos que solver gota a gota, nos aventurar mais, porque ela é curta demais.
E tal Fênix eu quero renascer das cinzas, quero fazer tudo o que posso, sem medo de arriscar, sem medo de ser feliz.
Vou superar os obstáculos, minhas limitações eu saberei respeitar e minha vida, mnha vida eu vou viver, viver mais e deixar que cuidem menos dela!
Vou crer e descrer... abrir os braços ao vento e sentir o mundo me levar...
Porque estou voltando ao meu normal, meio anormal...
Agora o mundo se cuide, eu voltei!!!

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Platô outra vez

Está complicado eliminar esses últimos 5,5 kg, parece que ficou td mais lento.
Não que não esteja feliz com meu peso, mas essas paradas bruscas na eliminação de peso me irritam um bocado.